Nissan adia plano de levar produção aos EUA, diz Nikkei

A montadora Nissan Motor vai adiar o plano de transferir a produção de dois modelos de veículos esportivos do Japão para os Estados Unidos, à medida que a forte queda do iene recentemente ajuda a melhorar a rentabilidade da empresa. A informação foi divulgada pelo jornal japonês Nikkei, na sua edição de sexta-feira (no horário local).

Agencia Estado

11 de abril de 2013 | 21h04

Mesmo ainda planejando transferir a produção dos dois modelos no futuro - a data vai ser determinada com base nas oscilações cambiais - a Nissan pretende manter sua produção no Japão acima de 1 milhão de unidades, de acordo com o Nikkei. Após a transferência, a fábrica de Fukuoka vai produzir novos modelos para o mercado japonês.

Em fevereiro, a Nissan projetava uma taxa de câmbio com o dólar a 79,7 ienes. Hoje, o dólar quase tocou 100 ienes e, no fim da tarde em Nova York, estava cotado a 99,68 ienes, após o Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) anunciar um agressivo programa de relaxamento monetário na semana passada.

Para cada um iene de desvalorização da moeda japonesa ante o dólar o lucro operacional anual da Nissan sobe quase 20 bilhões de ienes (cerca de US$ 201 milhões). As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Nissantransferênciaadiamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.