Nissan anuncia recall mundial de 2,1 milhões de veículos

A Nissan Motor, terceira maior montadora do Japão, anunciou hoje um recall de mais de 2,1 milhões de carros ao redor do mundo, devido a uma falha do sistema de controle do motor. A companhia trocará as peças com defeito de certos modelos, porque a falha pode fazer com que "o motor pare enquanto está em movimento", afirmou a empresa, em comunicado enviado ao Ministério de Transportes do Japão.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

28 de outubro de 2010 | 13h50

Só no Japão a Nissan realizará um recall de 834.759 veículos de nove modelos, incluindo o Cube, o March e o Tiida, produzidos no país entre 2003 e 2006, afirmou um porta-voz da companhia. A montadora também revisará 761.528 automóveis na América do Norte, 354.170 na Europa e 194.409 na China e em Taiwan.

Nenhum acidente relacionado à falha no motor foi reportado, afirmou outro porta-voz da empresa. "nós substituiremos as peças em outros países também, de acordo com as regulações de cada país", disse. A Nissan, que é parcialmente controlada pela Renault, afirmou separadamente que fará outro recall de 1.399 carros no Japão, por conta de um problema com as molas traseiras dos veículos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
carrosrecallNissanmotorJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.