Nissan deve ampliar aliança com a Renault, diz jornal Nikkei

A Nissan Motor Co deve ampliar sua aliança com sua principal acionária, a Renault SA, para cobrir uma faixa maior de áreas como parte de esforços para impulsionar seus lucros, afirmou o presidente da Nissan Carlos Ghosn em uma entrevista ao jornal de negócios Nikkei.

REUTERS

13 de maio de 2009 | 17h43

Carlos Ghosn disse que a ampliação da aliança será feita com base em medidas como um aumento do compartilhamento de motores entre as duas montadoras, relatou o jornal.

Ao aumentar o número de motores em comum dos oito atuais, as montadoras esperam um salto nos lucros anuais que deve pelo menos dobrar os 500 milhões de euros, ou 65 bilhões de ienes, deste ano, acrescentou o periódico.

A Nissan e a Renault também pretendem parar de desenvolver novas plataformas de autos por enquanto. Em vez disso, planejam economizar focando no uso eficiente de suas plataformas existentes.

(Reportagem de Ashutosh Joshi)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSNISSANRENAULT*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.