REUTERS/Johan Nilsson/TT News Agency
REUTERS/Johan Nilsson/TT News Agency

Norwegian Air lança voos de baixo custo entre Brasil e Reino Unido

Passagem entre o Rio de Janeiro e Londres custará a partir de R$ 1,2 mil; estão previstos quatro voos semanais a partir de 31 de março de 2019

Célia Froufe, correspondente, O Estado de S.Paulo

27 Novembro 2018 | 09h14
Atualizado 27 Novembro 2018 | 16h45

LONDRES - Após a aprovação das autoridades domésticas do setor, a companhia aérea norueguesa de baixo custo Norwegian Air lançou nesta terça-feira, 27, uma nova rota entre o Brasil e o Reino Unido que, segundo estimativas, ampliará a oferta em 70 mil lugares por ano. A perspectiva é de que a rota direta entre Rio de Janeiro e Londres custe cerca de R$ 1,2 mil por pessoa por trecho. Estão previstos quatro voos semanais a partir de 31 de março de 2019, imediatamente após o Brexit (saída do Reino Unido da União Europeia) entrar em vigor.

Os voos estão previstos às segundas, quartas e sextas-feiras, além de domingos, com aeronaves Boeing 787-9 Dreamliner com até 344 assentos, considerando classe econômica e cabines Premium. O site da companhia já disponibiliza a venda de passagens. A programação é de que o voos do Rio partam às 22h25, chegando às 13h35 ao Aeroporto de Gatwick. As saídas de Londres estão previstas para ocorrer às 12 horas, chegando ao Brasil às 19h25. Os horários são locais.

"A conveniência dos horários de voos também proporcionará aos clientes da Norwegian a oportunidade de se conectarem facilmente ao serviço Londres-Rio de Janeiro, usando a rede de voos europeus de curta distância da companhia aérea", diz material divulgado simultaneamente pela Embaixada do Brasil em Londres e pela companhia.

Com a nova rota, a Norwegian amplia sua oferta a partir da capital britânica, que já é composta por 12 destinos nos Estados Unidos e Argentina. A ampliação faz parte da estratégia da empresa de se estabelecer como uma companhia líder transatlântica. "Com isso (a entrada no mercado doméstico), a Norwegian romperá o monopólio de voos de longa distância partindo do Brasil até o Reino Unido", enfatizou a nota da empresa.

A Norwegian também informou que os membros do programa de fidelidade Norwegian Reward podem ganhar e gastar suas milhas nessa nova rota. A companhia explicou que ainda não há venda de bilhetes por agentes de viagens no Brasil, mas que trabalha nesse sentido e espera resultados até fevereiro.

Rota para Brasil quebra monopólio de voos para o Reino Unido, diz presidente da Norwegian

O lançamento da rota entre Rio de Janeiro e Londres tornará os voos mais acessíveis para os consumidores da América Latina, segundo o CEO do Grupo Norwegian, Bjorn Kjos.

"Nossa nova rota no Rio de Janeiro quebra o monopólio dos voos diretos entre o Reino Unido e o Brasil, já que estamos comprometidos em reduzir as tarifas e tornar as viagens mais acessíveis para turistas e viajantes de negócios", disse por meio de comunicado à imprensa.

Kjos também enfatizou que o Brasil é uma adição "fantástica" na rede global de operações da companhia.

Para o embaixador do Brasil no Reino Unido, Fred Arruda, o novo voo é uma "excelente notícia" para a conectividade entre os dois países. "Isso certamente aumentará o fluxo de turistas, permitindo que mais britânicos aproveitem as belezas do Brasil. Também contribuirá para criar empregos em nosso País e a melhorar a concorrência, reduzindo potencialmente os custos para os passageiros", considerou na nota.

O embaixador britânico no Brasil, Vijay Rangarajan, salientou o apoio dado à companhia nesse processo de abertura de uma rota direta entre Brasil e Reino Unido. "Um dos principais objetivos da nossa Missão Diplomática é expandir a relação entre Brasil e Reino Unido em diversas frentes, como na política, no turismo, na ciência, nos negócios e nos investimentos. Acreditamos que esta nova linha possibilitará que mais brasileiros conheçam o Reino Unido para além de Londres, e esperamos que empresas brasileiras possam aproveitar esse momento para estabelecer seus negócios em solo britânico e que as empresas britânicas venham conhecer mais do mercado brasileiro", comentou.

O ministro brasileiro do Turismo, Vinicius Lummertz, disse acreditar que a chegada da companhia tem tudo para se tornar um "marco histórico" no turismo brasileiro. "O aumento da conectividade com serviços a custos acessíveis é fundamental para o País aumentar o fluxo de viajantes, gerar emprego e movimentar a economia brasileira", citou.

De acordo com a companhia, a nova rota brasileira aumenta a presença da Norwegian na América do Sul. Atualmente, a empresa conta com voos diretos ligando a capital argentina, Buenos Aires, a Londres. Está previsto que a rota Buenos Aires-Gatwick aumente de quatro voos semanais para um serviço diário a partir de 3 de dezembro, por causa do aumento da demanda. Em outubro, a companhia aérea lançou voos domésticos na Argentina, com duas rotas de Buenos Aires para Mendoza e Córdoba, além de rotas planejadas para Salta, Iguazú, Bariloche e Neuquén.

Mais conteúdo sobre:
aviaçãoNorwegian Air

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.