Nossa Caixa anuncia linhas para financiar o agronegócio

Banco anuncia duas linhas de financiamento: uma para as indústrias e outra para as cooperativas do setor

Agência Estado,

31 de março de 2008 | 16h11

O Banco Nossa Caixa anunciou nesta segunda-feira, 31, duas linhas de financiamento para o agronegócio. Com recursos do crédito rural, o banco pretende financiar as indústrias do setor por meio de Empréstimo do Governo Federal (EGF) e as cooperativas com uma linha destinada para aquisição de insumos. A idéia da Nossa Caixa é intensificar o volume de negócios no segmento agrícola e fortalecer as parcerias com os segmentos empresariais produtivos do setor. A linha para o EGF permite o financiamento da aquisição de até 100% da matéria-prima das indústrias compradas diretamente do produtor. O limite da operação, no entanto, é de R$ 10 milhões por empresa, com juros de 6,75% ao ano e prazo variando de acordo com o produto e região. Segundo a Nossa Caixa, o financiamento pode ser feito para compra de algodão em pluma ou caroço, alho, amendoim, arroz, canola, casulo de seda, cevada, girassol, juta, malta, leite, mamona, mandioca e seus derivados, milho, sorgo, trigo e uva. Para as cooperativas, o banco terá uma linha para financiar a aquisição de insumos e máquinas agrícolas que serão repassadas ao produtor. A taxa também é de 6,75% ao ano, prazo de dois anos para pagamento e limite de R$ 40 mil por produtor ativo da cooperativa, limitado a R$ 10 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
AgronegócioCaixa Econômica Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.