Número de cheques sem fundos recua em setembro, diz Serasa

No acumulado do ano, de janeiro a setembro, o volume de cheques sem fundos ficou em 2,02% ante 2,03% em igual período de 2012 

Renan Carreira, da Agência Estado,

17 de outubro de 2013 | 10h01

Do total de cheques compensados em todo o País no mês de setembro, 1,81% foi devolvido pela segunda vez por falta de fundos, o menor porcentual desde fevereiro de 2011 (1,83%), informou nesta quinta-feira, 17, a Serasa Experian. Em agosto deste ano, o porcentual havia sido de 1,87%, mesma proporção de setembro de 2012. No acumulado do ano, de janeiro a setembro, o volume de cheques sem fundos ficou em 2,02% ante 2,03% em igual período de 2012.

De acordo com os economistas da empresa, a queda da inadimplência com cheques segue a mesma tendência de recuo que vem ocorrendo com as demais modalidades de inadimplência. Eles citam, como fatores determinantes para o recuo da inadimplência, a manutenção das baixas taxas de desemprego, o recuo da inflação após as altas verificadas durante o primeiro semestre do ano e a atitude mais cautelosa dos consumidores ao contratar novas operações de crédito.

De janeiro a setembro, Roraima foi o Estado que apresentou o maior volume de cheques devolvidos: 10,73%. Na outra ponta ficou o Amazonas, com 1,39%. Entre as regiões, a Norte liderou o ranking de devoluções no acumulado do ano, com 4,38%. Já na região Sudeste foi verificado o menor porcentual: 1,58%.

Tudo o que sabemos sobre:
chequesSerasasetembro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.