NY crava 4a semana consecutiva de ganhos, S&P 500 cai

Os principais índices das bolsas dos EUA fecharam a quarta semana seguida de ganhos, com o índice Dow Jones em alta nesta quinta-feira, à medida que investidores se monstram confiantes de que a recuperação econômica continuará dando suporte ao mercado de ações.

LEAH SCHNURR, REUTERS

23 de dezembro de 2010 | 19h51

O Dow Jones, referência da Bolsa de Nova York, avançou 0,12 por cento, para 11.573 pontos.

Mas o termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,22 por cento, para 2.665 pontos. O índice Standard & Poor's 500 perdeu 0,16 por cento, para 1.256 pontos.

A leve queda do S&P 500 quebra uma sequência de cinco dias de ganhos desse indicador, em meio ao menor volume do ano.

O setor bancário conduziu o mercado para baixo, abandonando parte dos recentes ganhos após um forte mês.

O índice de bancos KBW recuou 0,9 por cento, num mês em que o setor já acumula ganhos de 15,7 por cento.

Bank of America Corp perdeu 2,4 por cento, ao passo que JPMorgan Chase & Co caiu 0,2 por cento.

Alguns indicadores técnicos e de confiança sugerem uma desvalorização nas ações no curto prazo, mas invetidores continuam otimistas com o recente tom positivo.

Keith Springer, presidente da Springer Financial Advisors, em Sacramento, Califórnia, disse ser mais provável que o mercado "ande de lado" em vez de exibir forte queda.

Os dados macroeconômicos divulgados nesta quinta-feira vieram mistos. Os novos pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos recuaram na semana passada, enquanto o gasto do consumidor cresceu em novembro pelo quinto mês seguido.

Enquanto isso, as vendas de moradias novas subiram 5,5 por cento em novembro, a um valor ajustado sazonalmente de 290 mil unidades, mas abaixo das expectativas de economistas, que esperavam crescimento para 300 mil unidades .

No acumulado da semana, o S&P 500 avançou 1 por cento, o Dow Jones subiu 0,7 por cento, enquanto o Nasdaq ganhou 0,9 por cento.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.