NY quebra 4 dias de alta por receio com inflação e GE

As ações norte-americanas fecharam em baixa nesta terça-feira, com os índices Dow Jones e Standard and Poor's 500 se afastando das máximas de 14 meses.

CHUCK MIKOLAJCZAK, REUTERS

15 de dezembro de 2009 | 20h34

A alta acima do esperado nos preços ao produtor levantou preocupações acerca da inflação, enquanto a General Electric, considerada um termômetro da saúde da economia dos EUA, divulgou uma perspectiva estável para 2010.

O Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 0,47 por cento, para 10.452 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,50 por cento, para 2.201 pontos. O Standard & Poor's 500 perdeu 0,55 por cento, para 1.107 pontos.

O recuo deste pregão interrompeu uma série de quatro dias de valorização tanto do Dow Jones quanto do S&P 500.

Investidores travaram posições um dia antes da decisão do Federal Reserve sobre as taxas de juro do país na quarta-feira. Esse movimento refletiu a recusa dos agentes em definir grandes apostas antes que o banco central dos EUA informe sua avaliação sobre a economia e política monetária.

O aumento acima do esperado no Índice de Preços ao Produtor (PPI, na sigla em inglês) em novembro elevou preocupações de que o Fed possa encontrar dificuldade em manter o juro básico próximo de zero, nível atual.

A General Electric puxou as ações para baixo no final da sessão, depois que o conglomerado deu uma perspectiva cautelosa para 2010, dizendo que seus lucros industriais e financeiros provavelmente ficarão estáveis no próximo ano, enquanto as receitas como um todo devem cair entre 5 e 10 por cento.

Os papéis da empresa cederam 1,3 por cento.

Embora o mercado não antecipe nenhuma mudança na atual política do Fed de manter o juro próximo de zero, mesmo uma suave modificação no tom do banco central norte-americano pode ter impacto sobre a confiança do investidor, uma vez que o dinheiro barato tem sido um dos principais responsáveis pelo rali no mercado de ações.

"O dado do PPI veio um pouco ruim e, talvez, possamos esperar qualquer coisa do Fed. Deve haver um pouco de preocupação com isso", disse Wayne Schmidt, vice-presidente de investimento da Gradient Investments, em Minnesota.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.