Obama e Hu vão confrontar diferenças econômicas em reunião

Presidentes prometeram maior cooperação, em esforço para superar as disputas do ano passado sobre direitos humanos, Taiwan, Tibet e déficit comercial

Reuters,

19 de janeiro de 2011 | 07h23

Os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, e da China, Hu Jintao, enfrentam suas diferenças sobre a Coreia do Norte e os desequilíbrios econômicos bilaterais quando reúnem-se nesta quarta-feira, 19, durante uma visita de Estado.

Ambos os presidentes prometeram uma maior cooperação entre as duas maiores economias do mundo, em um esforço para superar as disputas do ano passado sobre direitos humanos, Taiwan, Tibet e o déficit comercial dos Estados Unidos com a China.

Adotar medidas para vencer esses obstáculos, no entanto, será um teste sobre a profundidade das relações entre os países. Alguns em Washington e Pequim estão tratando a cúpula como um teste sobre como as duas potências podem trabalhar juntas, conforme a economia da China cresce fortemente.

(Por Chris Buckley)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.