Odebrecht investirá R$ 15 bi em infraestrutura até 2015

Desse montante, R$ 6 bi deverão ocorrer no Brasil e R$ 9 bi em outros países; grupo tem interesse em rodovias e portos 

Ricardo Leopoldo, da Agência Estado,

25 de abril de 2013 | 12h33

O presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, afirmou nesta quinta-feira, 25, que o conglomerado deverá investir R$ 15 bilhões de 2013 a 2015, sendo que R$ 6 bilhões deverão ocorrer no Brasil e R$ 9 bilhões em outros países. "Devemos dedicar R$ 5 bilhões em energia, sendo 80% no exterior e 20% no País", destacou.

"Em relação a outras áreas de infraestrutura, entre elas rodovias e portos, devemos investir R$ 10 bilhões. Metade disso será no Brasil e a outra metade será no exterior", apontou.

O executivo ressaltou que, em relação ao programa federal de investimentos em infraestrutura, seu grupo está especialmente interessado em rodovias e portos.

Ele destacou que o Brasil tem grande potencial para a ampliação do transporte ferroviário, mas manifestou que talvez seria mais oportuno para o País que ao invés do governo dedicar um grande montante no Trem de Alta Velocidade (TAV), para um segmento da população que pode usar a ponte aérea Rio-São Paulo, seria melhor ampliar o atendimento de trens na periferia de capitais relevantes do País.

"Isso atenderia um segmento de 10 a 15 milhões de pessoas, que às vezes levam até quatro horas para fazer o deslocamento de suas casas para o trabalho no total, ida e volta." O executivo fez os comentários durante participação no seminário Itaú BBA Macro Vision, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
Odebrechtinvestimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.