OGX afreta plataforma para iniciar exploração

A OGX Petróleo e Gás firmou acordocom a Queiroz Galvão Óleo e Gás para o afretamento da unidadede perfuração semi-submersível Alaskan Star, por um período detrês anos, informou a empresa em comunicado nestasegunda-feira. O valor do contrato, que poderá ser prorrogado por maisdois anos, não foi divulgado. A OGX observou apenas que acontratação foi feita em meio a um "mercado bastantecompetitivo". "A Plataforma tem capacidade para perfurar poços de até6.500m de profundidade, em lâmina d'água máxima de até 510m evem, desde 1991, realizando serviços de perfuração e manutençãode poços em algumas das principais áreas das Bacias de Campos eSantos", acrescentou a OGX. A empresa, cujas ações começaram a ser negociadas em meadosde junho na Bovespa, após a realização do maior IPO da históriado Brasil, afirmou ainda que se encontra "em fase avançada denegociação para a contratação de outras unidades de perfuraçãoque, juntamente com a plataforma Alaskan Star, permitirão àcompanhia realizar toda sua campanha exploratória". A OGX prevê iniciar a exploração de seus blocos no segundosemestre de 2009. As áreas foram adquiridas na nona rodada delicitações de áreas petrolíferas do governo brasileiro, no anopassado. A unidade Alaskan Star já perfurou cerca de 188.000 metrosno Brasil, tendo sido utilizada na descoberta de diversos novoscampos petrolíferos no país ao longo dos últimos anos, deacordo com a nota da empresa. (Texto de Roberto Samora)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.