Oi para divulgação de guidance e modifica remuneração de acionistas

, 14/08/2013 - Devido à volatilidade verificada no ambiente macroeconômico nos últimos meses, especialmente com relação aos índices adotados como premissas para fundamentar a divulgação de projeções sobre desempenho futuro (guidance) - taxa de câmbio, taxas de juros e crescimento do PIB -, a operadora de telefonia Oi anunciou que decidiu descontinuar a divulgação de tais projeções.

MARCELO RIBEIRO SILVA, Agencia Estado

14 de agosto de 2013 | 07h49

Desta maneira, a companhia acredita que ampliará a sua capacidade de atender às mudanças mercadológicas, de forma a priorizar o negócio com rapidez e eficácia, além de equilibrar os investimentos face ao objetivo de reforçar a flexibilidade financeira da Companhia.

Além disso, a Oi comunicou que decidiu reforçar a flexibilidade financeira da companhia e modificar a política de remuneração aos acionistas. O Conselho de Administração da operadora aprovou que, para os dividendos relativos aos exercícios sociais de 2013 a 2016, seja pago o valor estimado de R$ 500 milhões.

Para a companhia, o montante era o mínimo para pagar dividendos de 25% sobre o lucro liquido do exercício ajustado, ou 3% do Patrimônio Liquido, ou 6% do Capital Social. Além disso, ficou garantido o pagamento

igualitário entre as espécies de ações preferencial e ordinária.

No comunicado, a oi informa que a remuneração aos acionistas poderá ser implementada através da distribuição de dividendos, do pagamento de juros sobre capital próprio, de bonificação, resgate, redução de capital ou, ainda, sob outras formas que possibilitem a distribuição de recursos aos acionistas.

Em relação à remuneração referente ao exercício de 2013, o Conselho de Administração da Oi decidiu que deliberará, até outubro de 2013, o pagamento de dividendos no valor de R$500 milhões, à conta de reserva de lucros da Companhia, que será imputado ao dividendo obrigatório relativo ao exercício de 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.