Opep deve manter níveis de produção

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) deve manter seus atuais níveis de produção quando se reunir em março e atentar para o cumprimento das cotas vigentes, disse na quinta-feira à Reuters o ministro de Energia da Venezuela, Rafael Ramírez.

MARIANNA PÁRRAGA, REUTERS

12 de fevereiro de 2010 | 14h41

A Opep manteve metas de produção em uma reunião em dezembro, ao completar um ano de estabilidade na política de fornecimento após uma redução recorde em 2008, quando a recessão global afetou a demanda e derrubou os preços.

"Não é preciso alterar nada, apenas atentar ao cumprimento das cotas", disse o ministro em entrevista por telefone.

Ramírez, que também é presidente da estatal Petróleos de Venezuela (PDVSA), afirmou ainda que os estoques mundiais de petróleo continuam elevados e não vê sinais de uma recuperação sólida da demanda.

"Os estoques seguem altos, e não há sinais firmes da recuperação da demanda. A Opep não deve 'apressar-se'", disse ele.

Na quarta-feira, a Opep divulgou um relatório mostrando um aumento na produção de seus 11 membros que estão sujeitos a limites de produção. Eles produziram 26,80 milhões de barris de petróleo por dia em janeiro, uma alta de cerca de 150 mil barris por dia ante dezembro.

O cumprimento do limite de produção caiu para 53 por cento ante 57 por cento em dezembro, de acordo com cálculos da Reuters baseados em dados da Opep.

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIA, OPEP, PRODUCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.