Operadora alemã de aeroportos vê opções no Brasil

O executivo-chefe da operadora alemã de aeroportos Fraport, Stefan Schulte, afirmou que a empresa procura aquisições para expandir suas operações internacionais. Segundo ele, a América Latina atualmente oferece algumas privatizações atrativas de aeroportos, principalmente no Brasil e em Porto Rico.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

27 de setembro de 2011 | 11h01

De acordo com o executivo, a Fraport tem interesse na privatização de dois aeroportos em São Paulo e um em Brasília, que podem ser concedidos para a iniciativa privada ainda este ano.

Para Schulte, os aeroportos brasileiros são interessantes porque oferecem um potencial considerável para melhoria de eficiência, uma área na qual sua companhia tem experiência. "Nós queremos expandir nossa presença internacional, mas com um senso de proporção", comentou. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.