OSX pagará R$ 300 milhões após cancelar contrato com espanhola

As duas companhias se recusaram a comentar, mas fontes disseram que o valor do negócio estaria em torno de US$ 1 bilhão

Agência Estado

27 de agosto de 2013 | 16h09

A OSX, empresa de construção naval do Grupo EBX, do empresário Eike Batista, pagará R$ 300 milhões em compensação à empresa de construção espanhola Acciona Infraestructuras, após o cancelamento de um contrato de fornecimento para a Unidade de Construção Naval do Açu (UCN Açu), no Rio.

A OSX e a Acciona recusaram-se a comentar o valor do contrato, mas uma fonte próxima às negociações disse que o negócio valia em torno de US$ 1 bilhão. A compensação será paga em 36 parcelas mensais, de acordo com a Acciona. A empresa espanhola afirmou que o acordo foi satisfatório para as duas companhias e que estaria disposta a retomar a construção do estaleiro se a OSX decidir voltar atrás.

A Acciona tem um contrato separado com a OSX e a LLG Logística, que não foi afetado, afirmou uma porta-voz da empresa. Sob esse contrato, a Acciona constrói quebra-mares para o Porto de Açu, em um projeto cujo valor gira em torno de € 400 milhões (US$ 535 milhões). A OSX contratou a Acciona para construir a unidade em janeiro, mas mudou de ideia em maio, após o Grupo EBX enfrentar uma crise de confiança que pôs o conglomerado à beira de um colapso. A OGX Petróleo e Gás Participações não cumpriu as metas de produção, o que encolheu de forma significativa as encomendas à OSX.

Também nesta terça-feira, a OSX anunciou que Eike promoverá a venda organizada em Bolsa de valores de ações de sua titularidade, num montante financeiro total de até US$ 50 milhões, respeitando-se um porcentual mínimo de papéis que lhe assegure participação na companhia superior a 50%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
OSX

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.