OSX renegocia acordo com LLX de instalação da UCN Açu

A OSX Brasil informou nesta terça-feira, 19, que sua controlada OSX Construção Naval (OSX CN) e a LLX Açu Operações Portuárias, subsidiária da LLX Logística, celebraram um instrumento pelo qual as partes concordaram, dentre outros pontos, em reduzir o direito de superfície sobre a área cedida pela LLX Açu à OSX CN, com a devolução à LLX Açu da correspondente área reduzida. Segundo o fato relevante, o objetivo é preservar o projeto da Unidade de Construção Naval da OSX (UCN Açu) no Complexo Industrial do Superporto do Açu, diante da atual reestruturação dos negócios da companhia.

EULINA OLIVEIRA, Agencia Estado

19 de novembro de 2013 | 19h17

Dessa forma, será reduzido proporcionalmente o valor do pagamento mensal a ser feito pela OSX CN à LLX Açu pelo direito de uso da área cedida. Além disso, o acordo irá desonerar a OSX CN das obrigações de Capex (investimentos), "notadamente a obrigação de ratear os custos e investimentos das obras do canal de acesso e quebra-mar do terminal TX2", diz a OSX, no fato relevante.

"As obrigações assumidas pelas partes no instrumento de transação estão sujeitas a determinadas condições suspensivas, dentre elas a obtenção de aprovação da Caixa Econômica Federal, do Fundo da Marinha Mercante e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, nos termos dos contratos de financiamento de longo prazo vigentes", diz a OSX, no comunicado.

A companhia de construção naval do Grupo EBX, que pediu recuperação judicial, acrescenta que "as definições constantes do instrumento de transação possibilitam à OSX estabelecer o correto dimensionamento da UCN Açu para o desenvolvimento de novos parceiros e a implementação do seu plano de negócios, atualizado e divulgado ao mercado em maio de 2013".

Tudo o que sabemos sobre:
OSXLLX Açurenegociação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.