OSX tem a menor relação valor de mercado de patrimônio, diz estudo

Empresa apresenta um patrimônio líquido de R$ 3,9 milhões contra um valor de mercado de pouco mais de R$ 215 mil 

Gabriela Vieira, Agencia Estado

30 de setembro de 2013 | 13h08

Quatro empresas do grupo EBX estão entre as 20 companhias brasileiras de capital aberto com a menor relação entre valor de mercado e patrimônio líquido, mostra levantamento da empresa Economatica. Em primeiro lugar, a OSX Brasil apresenta um patrimônio líquido de R$ 3,9 milhões contra um valor de mercado de pouco mais de R$ 215 mil, uma relação de 5,41%. A CCX ocupa a quarta posição, enquanto OGX e MMX ficam em sexto e sétimo lugares, respectivamente.

Juntas, as seis empresas do grupo EBX - além da LLX, o levantamento considerou ainda a ex-MPX (atual Eneva) - apresentaram um patrimônio líquido de R$ 15,25 bilhões contra um valor de mercado de R$ 7,11 bilhões, o que significa que as empresas valem menos da metade (46,61%) do seu patrimônio líquido.

Completam a lista: HRT Petróleo (2º), Eletrobrás (3º), Brookfield (5º), Rossi Residencial (8º), Copel (9º), Eletropaulo (10º), Usiminas (11º), Magnesita (12º), Gafisa (13º), PDG Realty (14º), Petrobras (15º), Cesp (16º), Santander (17º), Oi (18º), Sierra Brasil (19º) e Marfrig (20º).

Para a relação, a Economatica considerou apenas as companhias com volume financeiro médio diário da sua principal ação no último mês superior a R$ 1 milhão. Os valores de mercado das empresas são relativos à última sexta-feira (27/09) e o patrimônio líquido, ao mês de junho.

Tudo o que sabemos sobre:
Grupo EBXeconomatica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.