OSX terá caixa negativo se recuperação for rejeitada

O cenário traçado no pedido de recuperação judicial das três empresas da OSX com sede no Brasil prevê que as companhias "sucumbirão" caso não haja o deferimento imediato da proteção da Justiça brasileira. A projeção é que elas possam atingir um caixa negativo em R$ 1,2 bilhão em abril de 2014 caso a recuperação seja negada.

AE, Agencia Estado

11 de novembro de 2013 | 20h21

O cálculo é feito com base nas dívidas a vencer nesse período e parte de um caixa realizado de R$ 7,1 milhões. Já em um cenário em que a recuperação é deferida, a expectativa é que o caixa fique positivo em cerca de R$ 31,8 milhões no mesmo prazo. A recuperação judicial protege a companhia sob seu manto de ações e execuções por 180 dias a partir do deferimento pela Justiça.

Na petição inicial entregue nesta segunda-feira, 11, à Justiça do Rio, os advogados afirmam que as companhias OSX Brasil, OSX Construção Naval e OSX Serviços Operacionais não possuem dívidas trabalhistas e que "a folha de seus empregados encontra-se rigorosamente em dia".

Tudo o que sabemos sobre:
OSXrecuperação judicialcaixa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.