Otimismo com fusões e aquisições impulsiona Wall St

As bolsas de valores dos Estados Unidos tiveram um rali nesta segunda-feira, interrompendo uma série de três dias de baixa, em meio ao otimismo de investidores com o valor das ações após aquisições nos setores de tecnologia e saúde.

ELLIS MNYANDU, REUTERS

28 de setembro de 2009 | 18h22

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, avançou 1,28 por cento, para 9.789 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 1,90 por cento, para 2.130 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve valorização de 1,78 por cento, a 1.062 pontos.

Fusões e aquisições são tipicamente vistas como positivas para o mercado, por indicarem que as companhias estão mais otimistas sobre as perspectivas para os negócios.

Uma série de acordos foi anunciado e investidores apostaram que outros podem vir. A Xerox Corp concordou em comprar a Affiliated Computer Services Inc, enquanto a Abbott Laboratories afirmou que pagará 6,6 bilhões de dólares pela unidade farmacêutica Solvay's.

"É sempre um sinal positivo quando você vê companhias movimentando dinheiro, se compram outras empresas, investem em novas fábricas (ou) recompram suas próprias ações", disse Tim Smalls, chefe de operações com ações norte-americanas da corretora Execution LLC, em Greenwich, Connecticut.

"Com os preços dos papéis desvalorizados em comparação aos que tínhamos há um ano e meio, muitas companhias acharão mais barato comprar uma empresa."

Com os ganhos deste pregão, o Dow Jones acumula alta de 16 por cento no trimestre, o que representaria o melhor período de três meses desde o quarto trimestre de 1998.

Mas o encerramento do atual trimestre pode trazer volatilidade, quando os gerentes de fundos se encarregam do que é conhecido como "window dressing". Esse movimento consiste em vender ativos que não acompanharam o bom humor do mercado em troca daqueles que se saíram melhor com o objetivo de melhorar as carteiras.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.