Pacote de estímulo pode incluir vários mecanismos, diz Mantega

Segundo ministro, anúncio deve ser anunciado em até 45 dias

Sabrina Valle, da Agência Estado,

19 de agosto de 2010 | 18h30

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta quinta-feira, 19, que o pacote de medidas para estimular o financiamento privado de longo prazo, que deve ser anunciado em até 45 dias, pode incluir mecanismos relacionados a tributos, compulsórios, debêntures e recebíveis imobiliários, entre outros. Segundo ele, este será um "conjunto expressivo" de medidas, que pode ficar pronto dentro de um mês a um mês e meio.

"Podemos mexer em tributos, podemos mexer em compulsórios, há vários mecanismos, vários instrumentos que podemos modificar. Eu não quero me antecipar aqui, (podemos também) usar mais debêntures", afirmou. "Tem um mercado que tem grande potencial de crescimento, que é o de recebíveis imobiliários, que em todos os países é muito maior do que no Brasil, o Brasil está engatinhando neste mercado. E nós vamos fazer os aperfeiçoamentos que vão permitir a expansão desse mecanismo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.