País fecha janeiro com mais de 205 milhões de celulares

No primeiro mês de 2011, foram realizadas 2,2 milhões de novas habilitações ao sistema de telefonia móvel nacional

Ayr Aliski, da Agência Estado,

25 de fevereiro de 2011 | 19h04

O Brasil terminou o mês de janeiro com 205.150.977 telefones celulares, informou há pouco a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Durante o primeiro mês de 2011, foram realizadas 2,2 milhões de novas habilitações ao sistema de telefonia móvel nacional. Considerando esses dados, a "teledensidade" aumentou ainda mais, alcançando a marca de 105,74 acessos para cada grupo de cem habitantes. Ou seja, há mais de um celular por habitante.

Considerando a forma de pagamento para garantir o acesso à telefonia móvel, a liderança disparada é dos pré-pagos, com 168.889.793 linhas, ou seja, 82,32% do total. Os pós-pagos somaram 36.261.184 linhas ao final de janeiro, ou seja, 17,68%. A Anatel destaca também o avanço dos terminais móveis com tecnologia 3G, que garante acesso à banda larga móvel: eram 22.567.645 acessos com essa característica ao final do mês passado.

A Região Sudeste detinha 45,73% dos celulares de todo o País ao final de janeiro, com 93.815.521 acessos. Apesar disso, o Centro-Oeste registrou a maior "teledensidade", com 126,3 linhas para cada grupo de cem habitantes. Pelo critério de área de registro, a região "71", de Salvador (BA), tem a maior densidade, com 158,39 acessos para cada grupo de cem habitantes. A mais baixa densidade é da região "97", de Coari (AM), com 24,15 celulares para cada cem habitantes.

Na divisão de mercado, a Vivo conquistou a liderança, com participação de 29,65%, ou seja, 60.823.482 acessos. Em segundo lugar ficou a Claro, com fatia de 25,46%, representando 52.241.261 celulares. A TIM obteve o terceiro lugar, conquistando 25,26% do mercado, com 51.813.847 acessos. A OI ficou em quarto lugar, com 19,28% de participação, ou seja, 39.552.679 celulares. A Anatel cita também a CTBC, Sercomtel e Unicel, cada uma com menos de 1% do mercado.

Tudo o que sabemos sobre:
celularesAnatelcelulares no Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.