Pantanal, da TAM, aumenta destinos atendidos de seis para 15

Nova malha terá 44 voos; 21 deles serão operadoras a partir de Congonhas e Guarulhos, e dois de Brasília 

Reuters,

29 de julho de 2010 | 11h52

A Pantanal, empresa aérea regional comprada pela TAM no final do ano passado, vai aumentar o número de cidades atendidas de seis para 15 a partir de 23 de agosto.

A nova malha terá 44 voos, sendo que 21 deles serão operados a partir dos aeroportos paulistas de Congonhas e Guarulhos, e dois de Brasília.

As rotas servidas com aeronaves turboélice ATR 42, com capacidade para 45 passageiros, terão como base o aeroporto de Guarulhos, enquanto as que vão decolar ou pousar em Congonhas e Brasília serão operadas com dois jatos Airbus A319, com 144 lugares, e um avião A320, com 174 assentos, também da fabricante europeia.

Os jatos da Airbus foram alugados pela TAM e "estavam em processo de devolução porque seus contratos de leasing estavam próximos do vencimento, mas foram prorrogados até que a Pantanal defina a ampliação e renovação de sua frota própria", afirma a TAM em comunicado.

Em 20 de julho, a quarta maior companhia aérea do Brasil, Azul, anunciou a compra de 20 aviões turboélice modelo ATR 72-600, com opções para mais 20 unidades, em um contrato de cerca de 850 milhões de dólares. Com os novos aviões, a empresa planeja operar destinos distantes até 800 quilômetros de seus principais centros de operação, que incluem o aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.