Pão de Açúcar compra Ponto Frio por R$ 824,5 mi

Grupo cresce no segmento de eletroeletrônicos e torna-se líder no varejo brasileiro

Luana Pavani, da Agência Estado,

08 Junho 2009 | 08h13

O Grupo Pão de Açúcar fechou neste domingo, 7, a compra da rede Ponto Frio e tornou-se líder no varejo brasileiro, com cerca de R$ 26 bilhões de faturamento. A participação dos controladores do Ponto Frio foi adquirida por R$ 824,5 milhões, equivalente a 70,24% do capital total, com parte do valor pago com ações do Grupo.

O objetivo da aquisição é crescer no segmento de eletroeletrônicos, segundo o Pão de Açúcar. Especificamente no ramo, a rede passará a ter uma receita bruta da ordem de R$ 7 bilhões, dos quais R$ 4,8 bilhões se referem ao Ponto Frio, o que coloca o grupo como o segundo maior no segmento, cuja participação na receita aumentará de 10% para 26%.

 

Em comunicado à imprensa, o Grupo destaca como principais ganhos resultantes da operação "a grande capilaridade de lojas com localização privilegiada, expertise no comércio eletrônico e na oferta de serviços financeiros ao consumidor, integração logística, entre outros".

"Com uma sólida estrutura de capital que assegura o crescimento futuro do negócio, o Grupo Pão de Açúcar consolida sua atuação no comércio de eletroeletrônicos, unindo as atividades operacionais e comerciais das duas grandes empresas. Essa consolidação trará sinergias e ganhos de escala que beneficiarão nossos clientes", afirma na nota o presidente do Conselho de Administração do Grupo Pão de Açúcar, Abílio Diniz.

 

Sinergias

 

A aquisição deverá proporcionar ao Pão de Açúcar sinergias de R$ 500 milhões, de acordo com estimativas da empresa divulgadas durante teleconferência com analistas. A companhia espera conseguir esse resultado por meio de parcerias com fornecedores, ganhos de escala e otimização dos serviços financeiros, além da integração das áreas de comércio eletrônico e marketing.

 

Os executivos do Pão de Açúcar negaram a existência de sobreposição de pontos de venda das duas redes e por isso a companhia não tem planos de fechar nenhuma das 455 lojas do Ponto Frio. Com a aquisição, o grupo passará a atuar em quatro novos estados: Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Espírito Santo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.