Pão fica mais caro na Argentina para compensar alta da farinha

Buenos Aires, 28 - O preço do pão terá um acréscimo de 15% a partir de amanhã na Argentina, disse hoje o presidente da associação dos panificadores da Província de Cordoba, Luis Rodriguez. Ele afirma que a medida será tomada para compensar o aumento superior a 30% nos preços da farinha de trigo, entre outros custos.Com a medida, as atenções voltam-se para o governo do presidente Nestor Kirchner, que desde o ano passado intervém fortemente nos mercados de trigo a fim de controlar os preços do pão.Em março, o governo suspendeu o registro para novas exportações de trigo, frente à disparada no número de declarações. A taxa sobre as vendas externas de soja também foi elevada, a fim de subsidiar um programa para os usuários domésticos de grãos. Os moinhos de trigo recebem um pagamento do governo como compensação pela diferença entre o que pagam pela matéria-prima e o preço oficial de referência. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.