Papel da Cosan Limited fecha estável em estréia nos EUA

Os papéis da Cosan Limited fecharamestáveis na Bolsa de Valores de Nova York em seu primeiro diade negociação, depois de oscilarem bastante ao longo do dia. Aempresa levantou cerca de 2 bilhões de reais com a oferta deações, bem menos do que esperava. O lançamento na Bovespa está previsto para sexta-feira, como código "CZLT11.SA". Os BDRs (Brazilian Depositary Receipts) da Cosan Limitedforam precificados nesta quinta-feira em 21,05 reais ou 10,50dólares, colocando a oferta em 2,1 bilhões de reais, ou poucomais de 1 bilhão de dólares. Os pedidos de reserva de investidores de varejo brasileiroforam atendidos integralmente e não houve rateio. Analistas játinham sinalizado que a oferta teria baixa adesão entreinvestidores pessoa física no Brasil. Em documentos entregues em julho à SEC, órgão regulador domercado de capitais norte-americano, a empresa dizia queesperava captar até 2 bilhões de dólares com a operação. A oferta da maior empresa brasileira de açúcar e álcoolenvolve a distribuição primária de 100 milhões de açõesordinárias classe A (equivalentes a um BDR cada) e ocorre em ummomento de forte turbulência no mercado financeiro. A Bolsa de Valores de São Paulo fechou em baixa pelo sextodia seguido nesta quinta-feira, no menor nível desde meados deabril, acompanhando quedas acentuadas das principais bolsas domundo. Algumas empresas, como a Aliansce Shopping Centers e CyrelaCommercial Properties (CPP) acabaram decidindo suspender seusplanos de oferta de ações. A operação da Cosan Limited também ocorre nas férias doHemisfério Norte, período em que muitos investidoresencontram-se fora do mercado, e em um momento em que o preçofuturo do açúcar em Nova York ronda os 9,4 centavos de dólarpor libra, ou cerca de metade do valor atingido no início doano passado. Os preços do açúcar despencaram devido à ampla ofertaglobal, após grandes safras nos principais produtores Brasil eÍndia. LOTES EXTRAS A quantidade total de ações alvo da oferta poderá seracrescida em até 15 por cento, ou 15 milhões de ações relativasao lote suplementar, e em até 20 por cento, ou 20 milhões deações relativas ao lote adicional. Se houver 100 por cento de exercício, a oferta irá para 2,8bilhões de reais. A oferta é considerada polêmica pois envolve umareestruturação societária que desagradou muitos investidores. Anova estrutura coloca a Cosan S.A. embaixo da Cosan Limited,com sede em Bermudas, e que se propõe a ser o veículo para aexpansão internacional do grupo. Os papéis da Cosan S.A. encerraram o pregão de quarta-feiraa 23,15 reais, mesmo patamar desta quinta-feira. Os da CosanLimited encerraram a 10,50 dólares. Na máxima o papel subiu 1,9por cento em Nova York e na mínima caiu 1,4 por cento. A Cosan Limited terá três classes de ações: a classe A, quedá direito a um voto e será negociada nas bolsas; a classe B,que ficará com o controlador, dá direito a 10 votos e não seránegociada em bolsa; e a classe B2, que ficará com acionistas daCosan S.A. que optarem pela troca por este papel, com direito a10 votos e sem negociação em bolsa de valores. O que diferencia as duas classes B são questões referentesa sucessão.

JULIANA SIQUEIRA, REUTERS

17 de agosto de 2007 | 00h21

Tudo o que sabemos sobre:
NEGOCIOSENERGIACOSAN

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.