Para Comgás, setor imobiliário deve ter ano de ajustes

Depois da forte expansão vivida pelo setor imobiliário nos últimos anos, o setor está, sim, passando por um momento de ajustes, com desaceleração do seu crescimento. Ao menos essa é a percepção da Comgás, que no ano passado foi impulsionada pelo setor da construção. De acordo com Marcus Bonini, diretor de Expansão da companhia, em 2011, dos 110 mil novos clientes, metade veio das novas construções imobiliárias. Bonini, no entanto, lembra que qualquer arrefecimento do setor só será sentido pela empresa a partir de 2014.

FERNANDA GUIMARÃES, Agencia Estado

28 de março de 2012 | 21h35

O diretor avalia, ainda, que os programas habitacionais do governo deverão contribuir para uma expansão mais moderada do setor, evitando, assim, uma retração. Isso, segundo ele, deve ampliar o leque de novos clientes da Comgás.

O diretor da Comgás participa do Prêmio Top Imobiliário, promovido pelo Grupo Estado.

Tudo o que sabemos sobre:
Top ImobiliárioprêmioComgás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.