Para Dell, oferta da Southeastern é inconsistente

Em uma apresentação aos acionistas nesta segunda-feira, 24, o conselho especial do comitê encarregado de negociar a compra da Dell informou que a última proposta de Carl Icahn e da Southeastern Asset Management pela empresa "não tem credibilidade" e que é "inconsistente".

Agencia Estado

24 de junho de 2013 | 16h28

Na semana passada, o Icahn e a Southeastern fizeram uma oferta pela Dell de US$ 14 por ação, o que permitiria que os acionistas ganhassem um valor acima de US$ 13,65 por ação, oferecido pelo fundador e executivo-chefe da Dell, Michael Dell, e pelo fundo de private equity Silver Lake Partners.

A apresentação da Dell disse que a proposta da Icahn tem uma defasagem de US$ 2,9 bilhões em financiamento potencial. A cifra seria US$ 1 bilhão inferior à proposta que a comissão especial classificou como baixa anteriormente.

A comissão especial da Dell argumentou que a proposta de Icahn ainda não leva em conta a dívida de US$ 1,4 bilhão que vencerá em abril de 2014. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
DellSoutheastern

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.