Parlamento grego aprova pacote de austeridade

O impopular plano de austeridade de cinco anos de € 28 bilhões inclui cortes de despesas e aumento de impostos

Cynthia Decloedt, da Agência Estado.,

29 de junho de 2011 | 10h18

O Parlamento grego aprovou o controverso plano de austeridade fiscal de cinco anos, conforme prometido aos credores institucionais internacionais. Segundo contagem da Dow Jones, o pacote foi aprovado com pelo menos 151 votos favoráveis no Parlamento composto por 300 assentos.

A aprovação do pacote de 28,4 bilhões de euros em cortes de gastos e novos impostos é uma condição para a liberação da tranche de 12 bilhões de euros do programa de ajuda de 110 bilhões de euros do ano passado e para a aprovação de uma nova ajuda financeira. Sem esses recursos, a Grécia teria de dar um calote em suas dívidas.

O primeiro-ministro, George Papandreou, havia alertado o Parlamento de que não havia um plano B para evitar o pior ao país se as medidas não fossem aprovadas.

Amanhã o governo enfrenta outro teste, quando o Parlamento irá votar sobre a legislação para a implementação de cada um dos artigos do plano de austeridade e sobre um plano de privatização de 50 bilhões de euros. Mas com a aprovação das medidas hoje, espera-se que a votação de amanhã se transforme em apenas uma formalidade. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciaparlamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.