Passagens aéreas são as mais baratas desde 2002

Em 2009, os passageiros pagaram, em média, R$ 321,28 por bilhete, contra o valor R$ 431,53 em 2008

Michelly Chaves Teixeira, da Agência Estado,

18 de fevereiro de 2010 | 16h55

Os preços das passagens aéreas no Brasil em 2009 foram os menores desde 2002, quando a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) iniciou sua série. Segundo relatório divulgado nesta quinta-feira, 18, no ano passado os passageiros pagaram, em média, R$ 0,47682 por quilômetro voado em rotas nacionais, o correspondente a um preço médio de R$ 321,28 por bilhete.

Em relação a 2002, o declínio é de 33%. Naquele ano, o preço do quilômetro voado era de R$ 0,71237, ao passo que os bilhetes custavam, em média, R$ 431,53. Os números foram atualizados pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Os valores de 2009 representam um declínio de 27,6% ante o custo de R$ 0,65855 do quilômetro voado de 2008, quando o preço médio das passagens era de R$ 445,19, conforme a série atualizada pelo IPCA.

Em valores nominais, no entanto, o custo de R$ 0,46833 por quilômetro voado perde somente para o de R$ 0,42844 de 2007. Em 2009, o preço médio das passagens de 67 rotas brasileiras ficou em R$ 315,43, valor 10% maior que a média de R$ 286,61 cobrada em 2007. A título de comparação, em 2008 o quilômetro voado representou uma despesa de R$ 0,61776 ao passageiro, com bilhetes custando, em média, R$ 417,74. A oferta de assentos entre 2008 e 2009 subiu 1,6%, para 14.482.013 unidades.

Tudo o que sabemos sobre:
passagens, avião, Anac

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.