Patrimônio líquido do Santander encolhe 4,7% no 1º tri

O patrimônio líquido final do Santander cedeu 4,7% no primeiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2013 para R$ 48,7 bilhões. Já o patrimônio líquido consolidado do banco estava em R$ 57,2 bilhões no final do primeiro trimestre, cifra 9,53% inferior a registrada um ano antes.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

29 de abril de 2014 | 09h05

Os ativos totais do Santander encerraram março em R$ 494,61 bilhões, crescimento de 10,3% em relação ao visto um ano antes e de 1,8% ante o fim do quarto trimestre. O retorno sobre o patrimônio líquido (ROAE) do banco, excluindo o ágio, ficou em 11,2% nos primeiros três meses do ano, queda de 0,8 ponto porcentual em relação ao primeiro período de 2013 e alta de 0,6 ponto porcentual em relação ao quarto trimestre do ano passado.

O índice de Basileia recuou 3,2 pontos porcentuais no primeiro trimestre frente ao mesmo período de 2013 para 18,3% e cedeu 0,9 ponto porcentual na comparação com o quarto trimestre do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.