Paulo Sérgio Kakinoff será novo presidente da Gol, diz fonte

O executivo Paulo Sérgio Kakinoff será o novo presidente da Gol no lugar de Constantino de Oliveira Júnior, de acordo com uma fonte próxima ao assunto.

REUTERS

18 de junho de 2012 | 22h03

Kakinoff era presidente da Audi no Brasil, que divulgou um comunicado nesta segunda-feira informando o desligamento do executivo "para assumir um novo desafio profissional fora do setor automobilístico".

Procurada pela Reuters, a Gol não pôde confirmar imediatamente a informação.

O novo presidente da Gol assumirá o cargo em um momento em que a companhia tem adotado importantes medidas de redução de custos, buscando elevar sua rentabilidade, como a redução de voos diários, além de demissão de pessoal, e com sua rentabilidade prejudicada.

Recentemente, a empresa informou o cancelamento dos voos para Santiago, no Chile, depois de "estudos de viabilidade da rota realizados por departamentos especializados da companhia" .

Além disso, no início de junho, a empresa demitiu 190 tripulantes, com objetivo de "manter seu plano de negócios disciplinado e a sustentabilidade de sua operação".

Em abril, a Gol já havia informado a demissão de 131 funcionários, além de 46 adesões a um programa de licença não-remunerada e 238 pedidos de desligamento voluntário .

A companhia aérea encerrou o primeiro trimestre com prejuízo de 41,4 milhões de reais, prejudicada por um cenário de pressão nos custos operacionais, notadamente o custo de combustível, queda do real frente ao dólar e despesas com tarifas aeroportuárias nos principais aeroportos do Brasil.

(Reportagem de Juliana Schincariol)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASGOLPRESIDENTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.