PDG prevê geração de caixa a partir de 2014

A PDG Realty deve passar a gerar caixa a partir de 2014, de acordo com estimativas do diretor de Finanças, Marco Kheirallah. "Mantemos expectativa de fluxo de caixa equilibrado no fim do ano e esperamos passar a gerar caixa a partir do ano que vem", afirmou, nesta sexta-feira, 10, durante teleconferência com investidores e analistas.

CIRCE BONATELLI, Agencia Estado

10 de maio de 2013 | 09h57

O executivo explicou que a queima de caixa de R$ 295 milhões no primeiro trimestre de 2013 se deve à conclusão de obras que já estavam em andamento, situação que irá permanecer ao longo do ano. A incorporadora prevê a finalização de 24 mil a 28 mil unidades em 2013, das quais 12,2 mil já foram concluídas.

Kheirallah observou que a dívida líquida irá aumentar, mas preferiu não citar uma estimativa sobre qual deve ser o pico da alavancagem (relação entre dívida e patrimônio líquido). No primeiro trimestre, a alavancagem chegou a 126,9%, ante 119,6% no fim de 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.