Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem 35 mil

 Número veio melhor que a projeção, já que analistas esperavam queda de 6 mil pedidos

Reuters,

26 de julho de 2012 | 09h51

O número de novos pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos caiu para próximo do menor nível em quatro anos, um sinal esperançoso para o mercado de trabalho do país, que tem mostrado sinais de fraqueza.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 35 mil para 353 mil, segundo dados ajustados sazonalmente, informou nesta quinta-feira o Departamento do Trabalho.

Essa queda foi muito mais acentuado do que o esperado por economistas. O número da semana anterior teve ligeira revisão para cima.

A média móvel de quatro semanas, uma medida melhor das tendências do mercado de trabalho, caiu em 8.750 para 367.250.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUADESEMPREGO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.