Pedidos de falências no Brasil sobem em julho, diz Serasa

Os pedidos de falências no Brasil aumentaram 23,7 por cento em julho ante junho, para 141 requerimentos, segundo dados da Serasa Experian divulgados nesta segunda-feira.

REUTERS

04 de agosto de 2014 | 08h26

Na comparação com julho do ano passado, houve alta de 3,7 por cento.

Economistas da Serasa afirmaram que o início do segundo semestre foi marcado por "dificuldades impostas pela atual conjuntura econômica adversa - juros altos, estagnação da economia e elevações de custos -- sobre a saúde financeira das empresas".

Os economistas acrescentaram que, devido ao acúmulo de feriados e dias paralisados em junho por conta da primeira fase da Copa do Mundo, a base de comparação mensal foi fraca, o que resultou em um crescimento mais acelerado dos pedidos de falência em julho.

De acordo com o levantamento da Serasa Experian, o número de falências decretadas também cresceu em julho, para 63, ante 48 em junho. Na comparação anual, porém, o número representou queda ante as 69 falências decretadas em julho do ano passado.

As recuperações judiciais concedidas avançaram para 38 no mês de julho, ante 23 em junho e 17 em igual mês de 2013.

(Por Renan Fagalde)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASFALENCIASSERASA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.