Perdas na Chrysler levam Daimler a ter trimestre desastroso

Empresa sofreu um prejuízo de US$ 1,59 bilhão no 4º tri; em 2008, lucro antes de juro e impostos caiu 69%

Cynthia Decloedt, da Agência Estado, REUTERS

17 de fevereiro de 2009 | 08h57

A Daimler evitou anunciar uma previsão de lucro para este ano após divulgar um resultado desastroso para o quarto trimestre, que foi afetado por perdas e encargos significativos da Chrysler e pesadas perdas em sua principal unidade, a Mercedes-Benz. A companhia previu apenas que em 2009 seu resultado ficará comprometido por substanciais despesas. O anúncio se soma a uma sequência de resultados negativos da indústria automobilística.   Veja também: Montadoras do Japão veem queda de 13% nas vendas de 2008 Vendas da Volks no mundo caem 21% GM e Chrysler vão aprofundar cortes em reestruturação Déficit comercial na zona do euro é o maior da década De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise    No quarto trimestre do ano passado, a empresa sofreu um prejuízo de 1,26 bilhão de euros (US$ 1,59 bilhão), contrapondo-se a um lucro de 1,7 bilhão de euros no mesmo período do ano anterior. O bastante observado lucro antes de juro e impostos, ou Ebit, despencou para o negativo, mostrando prejuízo de 1,95 bilhão de euros (US$ 2,47 bilhões) no quarto trimestre, após lucro de 1,39 bilhão de euros no mesmo período do ano anterior.   Em 2008, o lucro antes de juro e impostos caiu 69% para 2,73 bilhões de euros (US$ 3,45 bilhões), de 8,71 bilhões de euros em 2007, uma vez que as despesas relacionadas à participação da empresa na Chrysler corroeram 3,23 bilhões de euros (US$ 4,08 bilhões) do lucro.   Em 2008, o lucro antes de juro e impostos caiu 69% para 2,73 bilhões de euros (US$ 3,45 bilhões), de 8,71 bilhões de euros em 2007, uma vez que as despesas relacionadas à participação da empresa na Chrysler corroeram 3,23 bilhões de euros (US$ 4,08 bilhões) do lucro.   Outras montadores vêm apresentando resultados negativos. A alemã Volkswagen disse que as vendas do grupo em janeiro no mundo caíram 21% em comparação com igual mês do ano passado. A maior montadora da França, a PSA Peugeot-Citröen, informou ter passado para prejuízo de 343 milhões de euros (US$ 443,9 milhões) em 2008. Os registros de carros novos da Ford caíram 22%, para 102.925 unidades. A francesa Renault apresentou queda de 34%, para 72.038. Os registros da Fiat diminuíram 26%, para 83.245.   A Daimler advertiu duas vezes no ano passado para as perspectivas sombrias de seu resultado, diante da deterioração dos mercados no segundo semestre. As receitas da Daimler no quarto trimestre caíram 12%, na comparação anual, para 23,2 bilhões de euros (US$ 29,35 bilhões). No ano de 2008, as receitas caíram 4% em relação a 2007, para 95,9 bilhões de euros (US$ 121,32 bilhões), em linha com o previsto pela empresa.   Em nota, a empresa disse ter intensificado suas ações para reduzir os custos. A Daimler estima que as vendas de veículos em 2009 irá cair em grande proporção, implicando retração nas receitas em comparação a 2008.   O Ebit na divisão Mercedes-Benz caiu para prejuízo de 359 milhões de euros (US$ 454,17 milhões) no quarto trimestre, de um lucro de 1,43 bilhão de euros no mesmo período do ano anterior; em 2008, o Ebit foi de 2,12 bilhões de euros (US$ 2,68 bilhões), queda de 55% em relação a 2007. O Ebit na divisão de caminhões da Daimler, a maior fabricante de caminhões do mundo em vendas, caiu 83% no quarto trimestre, em base anual, para 86 milhões de euros (US$ 108,79 milhões). As informações são da Dow Jones. Como resultado da severa crise no setor, a Daimler está intensificando os esforços para cortar custos e aumentar a eficiência.  A empresa propôs pagar dividendo de 0,6 euro por ação, queda substancial ante os 2 euros de um ano atrás, após o lucro líquido para o ano todo ter despencado 65 por cento, para 1,41 bilhão de euros.

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSCHRYSLERDAIMLER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.