Perdigão assume controle da Eleva e ultrapassa a Sadia

A Perdigão anunciou nesta terça-feiraa compra de ações da Eleva Alimentos, que passa a ser suasubsidiária integral. Com isso, a Perdigão ultrapassa a rivalSadia e assume a liderança em faturamento no segmento deprocessamento de carne suína e de frango no Brasil. Comunicado conjunto informa que a Perdigão irá adquirir23.170.156 ações da Eleva, por 25,8162443 reais por ação. Elasrepresentam 46,23 por cento da participação detida peloscontroladores da Eleva e correspondem a 35,74 por cento docapital votante e total da Eleva. O negócio prevê também que os acionistas controladores daEleva receberão 15.463.349 ações da Perdigão. A parte daoperação em dinheiro soma 598 milhões de reais. Com a efetivação das transações, a Perdigão passará a detero controle acionário da Eleva. As empresas justificaram a operação dizendo que ela "criarávalor para os acionistas de ambas as companhias, tendo em vistaque dará a um dos maiores players do segmento de carnes elácteos da América Latina". "A operação permitirá, ainda, o aproveitamento de sinergiasfinanceiras, operacionais e comerciais e do benefício fiscalgerado pela amortização do ágio resultante da aquisição",afirmaram as companhias. Para financiar o pagamento --que deverá ser feito até 30 dedezembro, em dinheiro-- a Perdigão irá realizar uma ofertapública de distribuição primária de ações ordinária de suaemissão, cujo registro foi aprovado pelo Conselho deAdministração da empresa também nesta terça-feira. A oferta primária foi protocolado na CVM nesta noite. Aoferta, porém, não será registrada na comissão de valoresmobiliários dos Estados Unidos. Com base na avaliação da operação, feita pelo banco deinvestimentos Credit Suisse, os acionistas da Eleva receberãona incorporação de ações um papel da Perdigão para cada1,74308855 papel da Eleva. Após o pagamento das ações junto aos controladores daEleva, a Perdigão fará uma oferta pública para comprar açõesdos acionistas minoritários da companhia, pelo mesmo preço enas mesmas condições dos demais papéis, no modelo tag along,informou a nota. PASSANDO A RIVAL Nos primeiros nove meses deste ano, o faturamento daPerdigão somou 5,5 bilhões de reais. Somado ao da Eleva nomesmo período, ele chega a 7,4 bilhões de reais, superando o daSadia, que faturou 6,9 bilhões de reais. A Perdigão registrou um lucro líquido de 90,2 milhões dereais no terceiro trimestre deste ano, um crescimento de 321por cento em relação ao mesmo período do ano passado. Enquanto isso, a Sadia viu seu lucro líquido aumentar 173por cento no período, para 188,3 milhões de reais, e a Elevaregistra um ganho líquido de 50,5 milhões de reais. No ano passado, a Perdigão foi alvo de uma oferta hostil deaquisição pela Sadia, mas seus acionistas rejeitaram o negócio. (Reportagem de Maurício Savarese; colaborou MarceloTeixeira)

REUTERS

30 de outubro de 2007 | 22h14

Tudo o que sabemos sobre:
ALIMENTOSPERDIGAOELEVAATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.