Perdigão pagará R$ 77 milhões por marcas de margarina da Unilever

São Paulo, 25 - A Perdigão pagará R$ 77 milhões em dinheiro pela compra de três marcas de margarina - Doriana, Delicata e Claybom - da Unilever. A produção das marcas continuará a ser feita na fábrica da Unilever em Valinhos (SP), onde também são produzidos sabonetes e sorvetes, devido à impossibilidade de separar a produção de margarina dos demais produtos."Analisamos a alternativa de separar as linhas, mas não foi possível", disse o presidente da Unilever Brasil, Vinícius Prianti. Os equipamentos para produção de margarina da unidade foram comprados pela Perdigão, mas os 300 funcionários que trabalham nestas linhas são contratados da Unilever.De acordo com o presidente da Perdigão, Nildemar Secches, a produção será feita em conjunto, mas é de responsabilidade da Perdigão. O contrato de utilização da fábrica tem o prazo de 15 anos e é renovável. O faturamento da operação de margarina da Unilever, que inclui a Becel, é de R$ 300 milhões. Juntas, as quatro marcas detêm 20% do mercado nacional, sendo 12% da Doriana, 6% da Becel e 2% da Delicata e da Claybom.Como parte de seu plano de expansão até 2011, a Perdigão investirá R$ 206 milhões em logística, para dobrar sua capacidade de distribuição de 27 mil toneladas para 54 mil toneladas. Cerca de 85% dos investimentos serão feitos com recursos próprios e o restante pelos distribuidores terceirizados.Após a aquisição das operações de margarina, a Perdigão ainda tem R$ 400 milhões para investir em novos ativos. No final do ano passado, ela captou R$ 800 milhões em uma oferta pública.

Natalia Gómez

15 de julho de 2007 | 12h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.