Pesquisador sugere condições para ajuda da China à Europa

Entre as condições estaria a de reconhecer o país asiático como uma economia de mercado

Agência Estado,

12 de dezembro de 2011 | 23h44

PEQUIM - A China só vai dar ajuda à União Europeia quando os países europeus cumprirem determinadas condições, entre elas a de reconhecer o país asiático como uma economia de mercado. A afirmação é de Yao Yang, diretor do Centro de Pesquisa Econômica da Universidade de Pequim, em artigo no jornal estatal China Daily.

Segundo Yao, caso o euro fracasse, isso deverá prejudicar as exportações chinesas e deixar o dólar como a única moeda internacional de reserva. Apesar disso, a China não dará ajuda financeira substancial à Europa sem "garantias firmes".

As informações são da Dow Jones. (Renato Martins)

Tudo o que sabemos sobre:
crise europeiaChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.