Petrobras anuncia descoberta de ?leo leve na Bacia de Santos

?leo foi encontrado acima da camada de sal e poder? produzir mais do que a ?rea de Tupi

Kelly Lima, da Ag?ncia Estado,

29 de maio de 2008 | 20h36

A Petrobras anunciou na noite desta quinta-feira, 29, uma importante descoberta de ?leo leve em ?guas rasas na Bacia de Santos. A descoberta foi identificada no po?o 1-BRSA-607-SPS no BS-40, localizado a 275 quil?metros da costa do estado de S?o Paulo. A Petrobras det?m 100% da ?rea.?O ?leo, segundo nota da empresa,?foi encontrado acima da camada de sal, a 235 metros de?profundidade, e possui 36 graus API (classifica??o que permite qualificar o valor do ?leo - quanto mais pr?ximo de 50, melhor).?Segundo a estatal, o teste comprovou as altas vaz?es esperadas para o tipo de reservat?rio de petr?leo encontrados, com um potencial de produ??o, por po?o, estimado de mais de 12 mil barris por dia. Com este potencial, a nova descoberta da Petrobras poder? produzir mais do que a ?rea de Tupi, segundo avaliou?o ge?logo Giuseppe Bacoccolli, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Isso porque a?mega reserva da ?rea do pr?-sal tem capacidade de produ??o?entre cinco bilh?es e oito bilh?es de barris.?Bacoccolli lembrou que o m?ximo produzido no pa?s num ?nico po?o ? 20 mil barris por dia. Segundo ele, o ritmo de vaz?o no campo de Marlim, o maior do pa?s, ? de 10 mil barris por dia, com a diferen?a de que l? o ?leo ? pesado (18 graus API) contra um ?leo leve (36 graus API) nesta nova descoberta.?Segundo a assessoria de imprensa da estatal, a companhia dar? continuidade ?s atividades explorat?rias no bloco BM-S-40, conforme estipulado pelo Contrato de Concess?o, com a perfura??o de novo po?o explorat?rio com o mesmo objetivo, e in?cio previsto para Junho de 2008. "Esta descoberta tem grande import?ncia devido ao potencial de produ??o de petr?leo leve e a localiza??o da jazida em ?guas rasas no extremo sul da Bacia de Santos", informou a estatal.

Tudo o que sabemos sobre:
Petrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.