Petrobras aprova venda da Innova por R$ 870 milhões

A Petrobras aprovou nesta segunda-feira, 30, em assembleia extraordinária (AGE), a venda da petroquímica Innova à Videolar e seu acionista majoritário, por R$ 870 milhões. Os compradores também incorporam dívidas de aproximadamente R$ 23 milhões.

SABRINA VALLE, Agencia Estado

30 de setembro de 2013 | 16h01

O negócio, que já havia sido divulgado anteriormente pela Petrobras, ainda depende de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A acionista Célia Regina Carvalho, que secretaria trabalhos da mesa, disse que a venda é um importante passo dentro do programa de desinvestimento da petroleira.

A venda foi aprovada sem oposição de acionistas presentes. Participaram da assembleia detentores de ações ordinárias representando 75,65% do capital social da empresa com direito a voto.

A Petrobras receberá um pagamento caução de R$ 174 milhões (20%) na assinatura da venda, e o restante na concretização da venda, após todas as aprovações de órgãos responsáveis. O saldo será corrigido pelo IGP-M.

Mais conteúdo sobre:
petrobrasinnovavenda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.