Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Petrobras Biocombustível focará investimentos em usinas

O novo plano de negócios da Petrobras Biocombustível prevê que 70% de US$ 1,94 bilhão orçado para ser investido em etanol no período de 2011 a 2015 seja direcionado para produção nova, ou seja, para novos greenfields (usinas novas), destilarias e crescimento orgânico da oferta através dos parceiros Guarani, São Martinho e Total. "Um dos investimentos será o greenfield Usina Bom Jesus, em Goiás, através da Nova Fronteira", afirmou o presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto. As aquisições de usinas já existentes não estarão no foco principal da empresa.

EDUARDO MAGOSSI, Agencia Estado

25 de julho de 2011 | 19h44

Segundo ele, o plano de negócios da Petrobras revela o compromisso da empresa no crescimento do etanol dentro do mercado energético brasileiro. "O novo plano indica um crescimento de 30% nos recursos investidos em etanol", disse Rossetto. O plano anterior, de 2010 a 2014, previa investimentos de US$ 1,94 bilhão, dos quais US$ 600 milhões foram investidos em 2010. O executivo explica que o novo plano 2011/2015 prevê investimentos também de US$ 1,94 bilhão no período. "Se considerarmos o período de 2010 a 2015, temos um valor previsto para etanol de US$ 2,3 bilhão, crescimento de 30%", disse.

A meta da Petrobras Biocombustível é de chegar em 2015 com produção de 5,6 bilhões de litros de etanol e participação de 12% do mercado total do combustível renovável. No final de 2010, a produção da empresa era de 1 bilhão de litros de etanol e uma participação de 3,3% do mercado. Rossetto explica que a Petrobras Biocombustível vai continuar a estratégia de investir em até 50% do controle em parcerias. "Para cada dólar que investirmos, nossos parceiros também investirão um dólar, o que implica que investiremos em conjunto até US$ 3,8 bilhões em etanol, sendo US$ 1,94 bilhão via Petrobrás Biocombustível", disse.

Biocombustíveis

No total, os investimentos previstos da Petrobras Biocombustível para o período de 2011/15 é de US$ 4,1 bilhões, dos quais US$ 2,8 bilhões serão investimentos diretos em produção e pesquisa. Destes US$ 2,8 bilhões, US$ 1,94 bilhão irá para etanol, US$ 600 milhões para biodiesel e US$ 300 milhões para pesquisa e desenvolvimento.

Os outros US$ 1,3 bilhão serão investidos em logística de distribuição, na Logum, empresa responsável pela construção do alcoolduto que ligará o interior da região Centro-Oeste ao litoral sudeste, onde a Petrobras Biocombustível tem participação. Em relação ao plano de negócios anterior, a participação da Petrobrás Biocombustível manteve-se estável em 2% do total. "Este é um sinal da importância que os biocombustíveis têm dentro da companhia", disse Rossetto.

Em biodiesel, Rossetto disse que os investimentos serão concentrados nos projetos da empresa no Pará, a partir do óleo de palma, com o produto sendo direcionado para abastecer o Norte e Nordeste e também a produção de greendiesel em Portugal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.