Petrobras compra 50% de bloco de petróleo no Benin

A Petrobras anunciou hoje a aquisição de 50% de participação em um bloco exploratório no Benin, na África. O valor não foi revelado. Em comunicado, a estatal informou que o Bloco 4, localizado na costa do Benin, foi adquirido junto à empresa Compagnie Béninoise des Hydrocarbures (CBH), subsidiária da Lusitania Petroleum, que detém os outros 50%. A CBH permanece como operadora, mas a Petrobras informa que tem o direito de assumir a operação.

AE, Agencia Estado

22 de fevereiro de 2011 | 11h40

Confirmado o potencial exploratório da área, o consórcio se comprometerá a perfurar três poços. De acordo com o comunicado, a expectativa é encontrar óleo leve. O bloco cobre uma área de cerca de 7,4 mil quilômetros quadrados, com profundidade de água que varia de 200 a 3 mil metros, a uma distância média de 60 quilômetros da costa. "O compromisso de trabalho assumido pela companhia é realizar a aquisição e o processamento de 2.250 km² de sísmica 3D ainda este ano", informa a Petrobrás. No continente africano, a companhia brasileira já atua em Angola, na Líbia, na Namíbia, na Nigéria e na Tanzânia.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoPetrobrasBeninÁfrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.