Petrobrás decide manter ativos da empresa na Argentina

Em comunicado, estatal diz que não aprovou a operação de venda, mas não detalhou as propostas obtidas 

Agência Estado

24 de maio de 2013 | 19h45

A diretoria da Petrobrás não aprovou a operação de venda dos ativos na Argentina, "a partir das propostas obtidas". No entanto, a Petrobrás não deu detalhes sobre a proposta em questão. Em comunicado divulgado nesta sexta-feira, a estatal destacou que essa decisão não altera o plano de desinvestimentos.

Na quarta-feira, 22, a presidente da companhia, Graça Foster, admitiu que havia negociações em curso para a venda de ativos naquele país e que a Petrobrás Argentina (Pesa) faz parte da carteira de desinvestimentos da empresa. No entanto, Graça acrescentou que a estatal não pretende sair definitivamente da Argentina.

A Petrobrás tem previstos desinvestimentos e reestruturação de ativos no valor de US$ 9,9 bilhões em Plano de Negócios e Gestão 2013-2017. De acordo com o que apurou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, na segunda-feira, 20, o grupo argentino Indalo abrirá uma companhia nos Estados Unidos para conseguir fechar a compra dos ativos da Pesa. A nova empresa, Centenary Internacional Corporation (CIC), administrará os ativos do setor de energia da Indalo e obterá o financiamento necessário para a compra da Pesa pelo valor de US$ 910 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrasativosArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.