Petrobras descarta no momento captação no exterior

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, disse hoje que a empresa não pensa, no momento, em fazer uma captação no mercado internacional. Ele deu essa declaração ao ser questionado se a companhia pensa em fazer alguma captação no exterior atrelada ao real. Gabrielli participou hoje de cerimônia de registro do balanço de governo de 2003 a 2010, no Palácio do Planalto.

ADRIANA FERNANDES, Agencia Estado

15 de dezembro de 2010 | 14h43

Ele disse que a empresa está com um "caixa enorme", depois da capitalização, ocorrida em setembro. Gabrielli ressaltou que, se a Petrobras for ao mercado, será para reduzir o custo ou melhorar o perfil de sua dívida. Ele lembrou que a estatal tem em seu plano a meta de captar de US$ 30 bilhões a US$ 40 bilhões entre 2010 e 2014.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoPetrobrascaptaçãoexterior

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.