Petrobras divulga entrega recorde de gás

A Petrobras entregou na quinta-feira 96,1 milhões de metros cúbicos de gás ao mercado, atingindo um novo recorde no fornecimento. Segundo a estatal, a movimentação excepcional se deve a um aumento da geração de energia termelétrica em atendimento ao despacho do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), que aciona as termelétricas para complementar o suprimento energético do País em períodos de baixa nos reservatórios hidrelétricos.

EQUIPE AE, Agencia Estado

28 de setembro de 2012 | 18h37

De acordo com a estatal, os picos anteriores foram registrados na quarta-feira (94,7 milhões de m3) e na terça-feira (93,6 milhões de m3) desta semana e na sexta-feira da semana passada (91,4 milhões de m3).

Do total entregue ontem, 40,4 milhões de m3 foram destinados ao mercado termelétrico e 42,2 milhões de m3 ao mercado não termelétrico (indústrias, residências, veicular, cogeração e outros). O volume restante (13,5 milhões de m3) foi para unidades da Petrobras.

O volume movimentado nesse dia foi composto por 46,4 milhões de m3 de gás natural nacional, 31,5 milhões de m3 de gás natural importado da Bolívia e 18,2 milhões de m3 de Gás Natural Liquefeito (GNL) regaseificado nos terminais da Petrobras em Pecém (CE) e na Baía da Guanabara (RJ).

Segundo a empresa, a geração de energia elétrica em seu parque gerador também voltou a ser recorde ontem, com 5.419 MW, aos quais se somaram 1.594 MW gerados em usinas para as quais a Petrobras fornece gás, totalizando 7.013 MW. A energia gerada para o Sistema Interligado Nacional (SIN) teve um consumo de 37,1 milhões de m3 de gás natural. A capacidade total do Parque Gerador Petrobras é de 6.952 MW, sendo 6.235 MW de termelétricas do SIN.

Tudo o que sabemos sobre:
petrobrasgasentrega

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.