Petrobras espera paridade de preço de combustível no médio prazo

O diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, disse nesta segunda-feira que se a paridade de preços dos combustíveis no Brasil, em comparação com o mercado internacional, não foi feita com o reajuste da gasolina e do diesel anunciados na sexta-feira, isso será alinhado no médio prazo.

REUTERS

25 de junho de 2012 | 11h50

Barbassa falou à imprensa durante evento no Rio de Janeiro para detalhar planos da empresa para o período 2012-26.

(Reportagem de Leila Coimbra; Texto de Gustavo Bonato)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAPETROBRASPARIDADE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.