PETROBRAS espera que produção volte ao normal até o fim do dia

O diretor de abastecimento daPetrobras, Paulo Roberto Costa, acredita que até o fim do dia aprodução nas plataformas na Bacia de Campos poderá voltar aonormal apesar da greve dos petroleiros. Costa confirmou que o impacto do primeiro dia de greve dospetroleiros da Bacia de Campos foi de sete por cento, atingindoa produção de três plataformas. "Estamos com as equipes de contingência nas plataformaspara retomar a produção para um nível normal... Até o final dodia, as equipes de contingência devem retornar a produção aonível normal", disse o diretor a jornalistas em evento no Rio. Costa afirmou que as plataformas afetadas pela greve forama P-43, P-47 e P-50. Os petroleiros disseram ter conseguidoparar 33 plataformas, que aos poucos foram sendo assumidaspelas equipes de contingência da Petrobras. Mesmo com a queda de sete por cento na produção, osuprimento do mercado brasileiro não ficou comprometido,segundo Costa. O executivo garantiu que a estatal tem estoquede derivados suficiente para atender o mercado. "Temos estoques para muitos dias. O estoque depende do tipode derivado, se é diesel, se é gasolina ou óleo combustível",disse o diretor da Petrobras sem revelar os níveis do estoquede cada derivado.(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.