Petrobras investe R$ 340 mi em embarcações de apoio

A Petrobras assinou acordo com a Geonavegação, subsidiária do Grupo Georadar, para a construção de cinco embarcações de apoio marítimo e mergulho. O contrato, segundo a Geonavegação, está avaliado em mais de R$ 340 milhões. As unidades serão entregues até 2016.

ANDRÉ MAGNABOSCO, Agencia Estado

30 de agosto de 2013 | 12h01

O acordo prevê que a Geonavegação irá afretar para a Petrobras, por um período de oito anos renováveis por mais oito anos, três embarcações de apoio às plataformas de produção e exploração. Serão dois Oil Spill Recovery Vessels (OSRV), utilizados no combate ao derramamento de óleo, e uma Platform Supply Vessel (PSV), que atuará como carga geral.

Além disso, a Geonavegação disponibilizará à Petrobras duas embarcações de apoio a operação de mergulho raso, denominadas Diving Support Vessels (DSV). O acordo prevê a utilização dos equipamentos por um período de três anos, renováveis por igual período, e entrega até junho de 2014.

"Desde 2011, a Geonavegação possui priorizações de aproximadamente R$ 1 bilhão em linhas de financiamento do Fundo da Marinha Mercante (FMM) para construção de embarcações de apoio marítimo às atividades de petróleo e gás. O repasse será feito por meio de uma sindicalização orquestrada pelo Banco do Brasil", informou a Geonavegação, que possui atualmente cinco embarcações, entre unidades próprias e gerenciadas.

As embarcações OSRV e PSV a serem afretadas pela Petrobras serão construídas no estaleiro Wilson Sons, no Guarujá (SP). Já as embarcações DSV serão construídas no estaleiro Indústria Naval do Ceará (Inace), em Fortaleza (CE).

Tudo o que sabemos sobre:
Petrobrasinvestimentoembarcações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.