Petrobras investirá US$ 11 mi em unidade da KL Energy

A Petrobras vai investir US$ 11 milhões para adaptar uma unidade da KL Energy nos Estados Unidos, com o objetivo de realizar estudos para a produção de etanol a partir da cana de açúcar. A parceria procura tornar viável a produção de etanol a partir do insumo em escala industrial. Caso os testes sejam bem sucedidos, a Petrobras pretende instalar uma usina utilizando a tecnologia no Brasil.

GLAUBER GONÇALVES, Agencia Estado

24 de agosto de 2010 | 12h34

"Com o bagaço resultante da produção do etanol a partir da cana-de-açúcar, será possível produzir mais 40% do combustível", afirmou o gerente de gestão tecnológica da Petrobras Biocombustíveis, João Norberto Noschang Neto. O executivo afirmou que o processo trará vantagens para o meio ambiente, uma vez que será possível produzir mais etanol sem que seja necessário plantar mais cana-de-açúcar.

Segundo Noschang Neto, do total de investimentos, US$ 6 milhões serão usados na adaptação da unidade. O restante será aplicado no pagamento de royalties de propriedade intelectual à KL Energy, caso os testes realizados tenham êxito.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoetanolcanaPetrobrasKL Energy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.