Petrobras quer expandir produção de fertilizantes

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirmou hoje que a companhia tem planos de expandir a produção de fertilizantes nitrogenados no País. O executivo, porém, evitou comentar as negociações da empresa com a Vale a respeito da produção de potássio em Sergipe.

EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

29 de julho de 2011 | 17h05

"Não podemos falar de negociações potenciais, mas estamos fazendo três plantas de produção de ureia e amônia, que vão levar o Brasil a ser autossuficiente em amônia em 2015 e reduzir pela metade a importação de ureia no mesmo ano", afirmou Gabrielli, citando empreendimentos nos Estados do Mato Grosso, Minas Gerais e Espírito Santo.

Segundo ele, elevar a produção de fertilizantes é estratégico para o mercado de gás natural no Brasil. "Atualmente, mais da metade do mercado nacional de gás depende da expectativa de chuva, então você não tem certeza nunca qual é a quantidade de gás que vai ser usada em termoelétricas. O objetivo é melhorar a rentabilidade para a Petrobras", completou. Produzir fertilizantes seria uma forma de otimizar o consumo do gás produzido pela própria Petrobras.

Tudo o que sabemos sobre:
Petrobrasproduçãofertilizantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.